Fumo e álcool aumentam em 10 vezes o risco de câncer de laringe

O ato de falar é tão corriqueiro que, muitas vezes, não percebemos como ele é fundamental para nossa vida.

A maior parte da nossa comunicação vem da nossa capacidade de articular palavras e a nossa voz é um dos pilares da nossa identidade. Tudo isso passa pela laringe, órgão localizado na garganta e onde se localizam as cordas vocais.

Por isso a laringectomia, cirurgia para retirada parcial ou total da laringe, é considerada a mais radical alternativa para tratamento do câncer de laringe.

“O tratamento de um câncer de laringe depende da localização, tamanho e estadiamento da doença. Quanto mais rápido for o diagnóstico, menor a probabilidade de deformidades físicas, uma vez que a cirurgia pode resultar em dificuldades para respiração, alimentação e para a fala. Hoje existem protocolos de uso da quimioterapia e radioterapia na tentativa de preservar ao máximo a função da laringe, mas, em alguns casos, a cirurgia é a única alternativa”, enfatiza o cirurgião de cabeça e pescoço Marco Homero de Sá.

A maior parte dos pacientes que precisa ser submetida à laringectomia, parcial ou total, teve a doença diagnosticada tardiamente, com grande acometimento da região. Por isso, é importante ficar atento aos sintomas do câncer de laringe.

“O câncer de laringe apresenta sintomas bastante relacionados ao local da doença. Rouquidão e outras alterações na voz são alguns dos principais indicativos, mas também podem surgir sintomas como dificuldade de engolir e sensação de um caroço na garganta”, enumera o médico.

Marco Homero de Sá, médico

Também não se pode ignorar os fatores de risco para o desenvolvimento desse tipo de câncer, intimamente ligados ao estilo de vida: o fumo e o álcool aumentam em cerca de 10 vezes o risco de surgimento da doença.

“O consumo de bebidas alcoólicas e do cigarro é o principal fator de risco para o câncer de laringe. Esse risco é proporcional ao tempo de consumo e à quantidade de doses dessas substâncias”, afirma o cirurgião.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  •  

    Editor:  MTB 735
    Contato: jornalismo@rededenoticias.net.br

  • ×