Homens poupam para gastar com amante, diz pesquisa econômica

Mapa da infidelidade mostra que 50% dos homens reservam dinheiro para gastar com amante

Uma pesquisa com 7 mil brasileiros que, mesmo casados ou em  relacionamentos duradouros utilizam plataformas de encontros e relacionamentos, mostrou que mais da metade economiza para investir nas escapadas amorosas.

Para manter os encontros, 44% dos homens reservam um percentual do seu orçamento. Outros 6% dos homens que responderam ao questionário afirmaram que “sempre” destinam uma reserva, uma espécie de ‘caixa 2’, para as puladas de cerca.

O mapa da infidelidade financeira praticada por maridos e namorados traz outros achados interessantes. Só 14% ousa sacar dinheiro da poupança sem consultar a parceira oficial.

Pelo menos 36% dizem que fazem pagamentos de despesas com a amante usando cartão de crédito.

Há quem meça o risco de ser descoberto: 23% guardam dinheiro em “cash” exclusivamente com o objetivo de gastá-lo com essa pessoa.

Fonte de conflito

O dinheiro, independentemente da espécie, só é causa de conflitos com “o caso” para 8% dos respondentes. Mesmo assim, eles garantem que foram “poucas vezes”.

O mesmo parece não se aplicar com a parceira oficial. Conforme o site Gleeden, 59% dos maridos escondem parte das finanças da parceira (12% fazem “sempre” e 47% “às vezes”). Para 42%, o dinheiro foi causa de discórdia entre o casal.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  •  

    Editor:  MTB 735
    Contato: jornalismo@rededenoticias.net.br

  • ×