Sábado, 20 de Abril de 2024
°C °C

Putin mata seu maior opositor na cadeia e vai se "reeleger" presidente

Após 24 anos no poder, ditador russo caminha para mais um mandato à frente de um país em guerra e em crise

16/02/2024 às 09h47
Por: Redação
Compartilhe:
Foto Internet - Ditaduras são assassinas de seus opositores.
Foto Internet - Ditaduras são assassinas de seus opositores.

Wladimir Putin, ditador russo no poder há 24 anos, conseguiu se livrar de seu  opositor, Alexei Navalny, morto nessa sexta-feira (16) na prisão, após se sentir mal.

A informação é do serviço penitenciário da região de Yamalo-Nenets, onde ele cumpria pena há cerca de três anos.

O Serviço Penitenciário Federal disse em comunicado que Navalny perdeu a consciência durante uma caminhada.

Segundo a agência norte-americana Associated Press, paramédicos chegaram para tentar reabilitá-lo, mas não conseguiram.

Não houve confirmação imediata da morte de Navalny por parte de sua equipe. O governo russo disse não ter nenhuma informação sobre a causa da morte.

Navalny, de 47 anos, ganhou fama há mais de uma década ao satirizar a elite do presidente Vladimir Putin e fazer acusações de corrupção por parte do governo.

Ele se candidatou à presidência, mas teve sua candidatura proibida. Além disso, nos últimos três anos, sofreu envenenamento, realizou greve de fome e foi dado como desaparecido.

O governo russo disse não ter nenhuma informação sobre a causa da morte.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade
% (mm) Chance de chuva
21h00 Nascer do sol
21h00 Pôr do sol
Dom ° °
Seg ° °
Ter ° °
Qua ° °
Qui ° °
Atualizado às 21h00
Economia
Dólar
R$ 5,20 +0,00%
Euro
R$ 5,55 0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,55%
Bitcoin
R$ 351,095,24 -1,12%
Ibovespa
125,124,30 pts 0.75%