Sexta, 24 de Maio de 2024
°C °C

70 trabalhadores escravizados em garimpo ilegal no AM

Considerado o maior garimpo do Brasil, mina rendia até 6kg (seis quilos) de ouro por dia

30/04/2024 às 20h21 Atualizada em 30/04/2024 às 20h42
Por: Redação
Compartilhe:
Foto PF
Foto PF

A Polícia Federal localizou ao menos 70 garimpeiros em situação análoga à escravidão em um garimpo ilegal na cidade de Maués, no sul do Amazonas (AM).

A operação aconteceu de forma  conjunta entre a PF e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), do Ministério do Trabalho e Emprego e do Ministério Público do Trabalho.

Os trabalhadores foram encontrados em uma área de garimpo ilegal que, segundo levantamento da PF, produzia até 6 quilos de ouro por dia. 

“Tratava-se de um dos garimpos mais lucrativos de toda a América Latina, com uma produção diária superior a 6 quilos de ouro”, destacou a PF.

Segundo os investigadores, o garimpo é feito na modalidade de poço, com os trabalhadores operando de forma subterrânea, desprovidos de equipamento de proteção individual.

Foi identificada também prática de servidão por dívida, evidenciando a exploração desumana dos trabalhadores.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários