Sábado, 24 de Fevereiro de 2024
°C °C

Grávida, enfermeira é encontrada morta com corpo coberto de cal

A vítima fazia mestrado na UFES e tinha 30 anos de idade

16/01/2024 às 09h26
Por: Redação
Compartilhe:
A barbárie não dá trégua no Espírito Santo
A barbárie não dá trégua no Espírito Santo

A estudante de mestrado da Ufes e enfermeira Íris Rocha de Souza, de 30 anos, grávida de 8 meses, foi brutalmente assassinada e teve o corpo coberto de cal para que a decomposição fosse encoberta.

A vítima foi encontrada morta em uma estrada de chão em Alfredo Chaves, no Sul do Espírito Santo. No corpo da jovem havia duas perfurações na região do tórax e o corpo coberto de cal – um material de construção para pintar paredes.

Os familiares só ficaram sabendo do caso na segunda-feira (15), quando foram reconhecer o corpo no Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro de Itapemirim. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Rosete Eugênia Bergamo Gomes y Gomes Há 1 mês Itaguaçu ESA violência não tem limites. Vamos aguardar para saber o motivo desta brutalidade
Mostrar mais comentários
Sem foto
Sobre o município
Ver notícias
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade
% (mm) Chance de chuva
21h00 Nascer do sol
21h00 Pôr do sol
Dom ° °
Seg ° °
Ter ° °
Qua ° °
Qui ° °
Atualizado às 21h00
Economia
Dólar
R$ 0,00 %
Euro
R$ 0,00 %
Peso Argentino
R$ 0,00 %
Bitcoin
R$ 0,00 %
Ibovespa
0,00 pts %