Sexta, 24 de Maio de 2024
°C °C

Aliado de Casagrande, deputado vai apoiar Pazolini em Vitória

Presidente da Assembleia Legislativa só chegou ao posto máximo do Legislativo com apoio do governador

08/05/2024 às 14h24 Atualizada em 08/05/2024 às 14h51
Por: Redação
Compartilhe:
Foto Divulgação- Marcelo Santos vai apoiar desafeto de Casagrande
Foto Divulgação- Marcelo Santos vai apoiar desafeto de Casagrande

Aliado de primeira hora do governador Renato Casagrande (PSB), o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa,  Marcelo Santos,  vai apoiar a reeleição do desafeto do governador na capital. 

Pior: Marcelo Santos (Podemos) vai apoiar a candidatura do também deputado Pablo Muribeca (Republicanos) à prefeitura da Serra. 

O parlamentar serrano teve seu chefe de gabinete preso pela Polícia acusado de tráfico de drogas.  

Em outro episódio espetaculoso  Muribeca invadiu a agência do Sine da Serra para averiguar uma denúncia de suposto direcionamento irregular de postos de trabalho segundo critérios políticos.

O prefeito Sérgio Vidigal reagiu é pediu providências da Assembleia Legislativa.

Marcelo saiu publicamente em defesa de Muribeca e das suas prerrogativas parlamentares.

A Prefeitura da Serra protocolou na Assembleia uma representação contra o oponente, por quebra de decoro parlamentar. Em fevereiro, Marcelo mandou arquivá-la de ofício.

Capital

O prefeito de Vitória,  Lorenzo Pazolini (Republicanos), por sua vez, acusou a gestão de Casagrande de usar empreiteiras para lavar dinheiro em negociações dentro de um "Palácio Amarelo,  no Centro de Vitória".

Em maio de 2022, durante a inauguração de escola municipal, o prefeito de Vitória afirmou ter recebido proposta de autoridade do governo estadual para participar de esquema fraudulento. 

Casagrande chegou a pedir investigação das acusações à Procuradoria Geral da República (PGR). O processo acabou arquivado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários