Sábado, 15 de Junho de 2024
°C °C

Pais acusam escola de trancar filho autista na sala de aula

Mãe disse ao Rede de Notícias que a medida de isolamento foi tomada devido à agressividade do menino

24/05/2024 às 14h06 Atualizada em 25/05/2024 às 20h53
Por: Redação
Compartilhe:
Foto Alexandre Damazio
Foto Alexandre Damazio

Mais uma vez pais acusam o Centro Municipal de Ensino Infantil (CMEI) Professora Ivone Maria do Carmo Brum, em Brejetuba, de maltratar um aluno da unidade escolar. 

E mais uma vez é um aluno portador do Transtorno do Espectro Autista (TEA) o alvo dos maus-tratos. 

Os responsáveis alegam que quando foram buscar o menino de 6 anos o encontraram trancado na sala de aula.

"Professores, alunos e funcionários estavam do lado de fora e só meu filho trancado na sala de aula, como se fosse um bicho preso", disse a mãe da criança bastante indignada.

Ao perguntar o que havia acontecido,  ela foi informada que o menino estava agressivo e precisava ser contido.

O Portal Rede de Notícias já mostrou outros casos de denúncias de maus-tratos a autistas na mesma escola.

Em março de 2024 a mãe de um menino de 6 anos de idade, portador do Transtorno do Espectro Autista, foi à delegacia denunciar a diretora da escola onde ele estuda por agressão à criança.

Segundo consta no Boletim de Ocorrência, a família acusa a diretora de usar de maus-tratos. Ainda segundo o BO, "a criança apresentava marcas no seu braço".

O secretário de Educação de Brejetuba disse por mensagem eletrônica que "iria averiguar a situação".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários