Sábado, 15 de Junho de 2024
°C °C

Tiros mataram 4 vezes mais homens negros do que brancos no Brasil

Números estão em um estudo que analisou as mortes por arma de fogo nos últimos 10 anos

27/05/2024 às 15h49 Atualizada em 27/05/2024 às 17h38
Por: Redação
Compartilhe:
Foto Internet - Negros morrem mais que brancos quando o gatilho é puxado
Foto Internet - Negros morrem mais que brancos quando o gatilho é puxado

Cerca de 150 mil homens negros morreram no Brasil, em dez anos, por conta de ferimentos por arma de fogo. Em termos de comparação, o número é quase quatro vezes maior do que o de homens brancos mortos sob o mesmo contexto.⁠

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira 27 e constam no Boletim Saúde da População Negra, feito para a TV Globo. O boletim é uma iniciativa do Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS) e do Instituto Carê.⁠

O número total de homens negros mortos por uso de arma de fogo em via pública, entre 2012 e 2022, foi de 149,7 mil. Por outro lado, os casos de homens brancos somaram 38,2 mil.⁠

O pico aconteceu em 2017, quando, segundo o estudo, 17,6 mil homens negros morreram em decorrência de arma de fogo. ⁠

O estudo também buscou medir como o uso de armas de fogo afeta as mulheres negras. Segundo o levantamento, entre 2012 e 2022, 13,6 mil mulheres negras morreram por conta de disparo de arma de fogo. ⁠

Assim, como os homens, há diferenças significativas entre as populações negra e branca: no caso das mulheres brancas, foram 5,5 mil óbitos pelo motivo citado, no período.⁠

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários