Sábado, 15 de Junho de 2024
°C °C

Criança deficiente é mordida por cuidadora em creche no Espírito Santo

Mulher foi afastada de suas funções e será investigada

27/05/2024 às 21h25 Atualizada em 31/05/2024 às 11h50
Por: Redação
Compartilhe:
Foto Internet
Foto Internet

Uma cuidadora de uma creche de Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, foi afastada de suas funções após ser acusada de morder uma criança de 3 anos de idade no braço.

A mãe do menino registrou boletim de ocorrência na Delegacia de Cachoeiro assim que a criança chegou em casa com marca de mordida no braço alegando que a "tia" era a responsável pela agressão. 

O caso aconteceu em uma escola municipal de Cachoeiro de Itapemirim.

O nome da escola e dos envolvidos não será divulgado conforme orientação do Estatuto da Criança e do Adolescente. .

Imagens de câmeras de segurança da escola foram usadas para confirmar a agressão, que teria acontecido nas dependências da unidadeescolar.

Nas imagens é possível ver a criança reclamando do braço com a cuidadora. A professora não estava com a turma no momento do ocorrido.

Após o registro do boletim de ocorrência, a criança foi submetida a exames de corpo de delito.

Uma queixa junto à ouvidoria da Secretaria Municipal de Educação (Seme) também foi registrada.

 Em nota, a prefeitura disse que "segundo a Secretaria Municipal de Educação, a cuidadora foi exonerada e foi instaurado um processo administrativo e o caso foi comunicado ao Conselho Tutelar e ao Ministério Público".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários