Sexta, 24 de Maio de 2024
°C °C

Menino de 5 anos é espancado em escola de Brejetuba

Após agressões constantes, mãe do aluno fez um Boletim de Ocorrência na Polícia

23/04/2024 às 09h08 Atualizada em 23/04/2024 às 10h10
Por: Redação
Compartilhe:
Foto mãe do aluno - Menino de 5 anos está com o olho roxo e arranhões pelo corpo
Foto mãe do aluno - Menino de 5 anos está com o olho roxo e arranhões pelo corpo

Cansada de ver o filho de 5 anos de idade constantemente agredido dentro do CMEI Professora Ivone Maria do Carmo Brum, em Brejetuba, região Centro-Serrana do Espírito Santo, a mãe de um aluno foi à Delegacia de Polícia e fez um Boletim de Ocorrência.

Segundo a mãe, que é comerciante da cidade, o filho vinha chegando em casa com sucessivos hematomas, arranhões e cortes pelo corpo, principalmente na cabeça. Por meio de imagens enviadas à redação do Portal Rede de Notícias, é possível ver a criança com um dos olhos com uma coloração roxa, um corte na orelha e arranhões pelo corpo.

Ao procurar a direção do CMEI Professora Ivone Maria do Carmo Brum, a comerciante ouviu dos responsáveis pela escola que o filho era quem agredia os colegas.

Corte com sangramento evidenciam agressões supostamente sofridas dentro da escola

A mãe então relata que deixou o menino de castigo por uma semana, sem acesso à televisão e jogos eletrônicos. Na volta às aulas, a criança retornou para sua residência com ainda mais escoriações. Ao ser questionado, o menino disse que, como foi proibido pela mãe de reagir às agressões, apanhou ainda mais.

"Faltam professores, faltam orientação e cuidados com as crianças na creche. Achei que meu filho estava errado e corrigi. Mas as agressões continuaram e a escola nada fez para coibir as pancadas, empurrões e socos na cara da criança", afirma a mãe em tom de revolta.

Cansada de ver o filho apanhar, a mãe procurou a Delegacia de Policia de Brejetuba e fez um Boletim de Ocorrência. 

O nome da mãe e da criança não serão publicados. Nossa equipe tenta contato com o secretário de Educação de Brejetuba,  Zenon da Silva Garcia, por telefone e email. O número que consta na página da Prefeitura de Brejetuba não funciona e o questionamento por email não foi respondido. Ligamos para o Conselho Tutela de Brejetuba, mas também não obtivemos resposta. Tentamos também contato com a direção do CMEI, mas não obtivemos resposta.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários