Sexta, 24 de Maio de 2024
°C °C

Parado em blitz, deputado se recusa a soprar bafômetro e é multado

Se não havia bebido, por que não fazer o teste etílico?

08/05/2023 às 15h02 Atualizada em 08/05/2023 às 18h01
Por: Redação
Compartilhe:
Transparência deveria ser premissa básica para toda pessoa pública
Transparência deveria ser premissa básica para toda pessoa pública

Recém-chegado à Assembleia Legislativa,  o deputado estadual bolsonarista, Lucas Polese (PL), caiu na blitz da Lei Seca e recusou-se a fazer o teste de alcoolemia.

O parlamentar afirmou aos policiais que voltava de uma agenda oficial e teria sido orientado por seu departamento jurídico a não soprar o detector de bêbados, mais conhecido como bafômetro. 

Ao se negar a dar transparência a seus atos atrás do volante, Lucas Polese precisou chamar outra pessoa para dirigir o carro oficial de luxo, que conta com gasolina e pedágios pagos pelo contribuinte. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários