Sábado, 20 de Abril de 2024
°C °C

Mais de 1 bilhão de pessoas são obesas, revela pesquisa

Dados são alarmantes, pois mostram a vulnerabilidade à doenças que se agravam pela comorbidade

01/03/2024 às 08h47 Atualizada em 01/03/2024 às 13h08
Por: Redação
Compartilhe:
Foto Alexandre Damazio - Doenças ligadas à obesidade preocupam autoridades sanitárias e de saúde
Foto Alexandre Damazio - Doenças ligadas à obesidade preocupam autoridades sanitárias e de saúde

Dados divulgados  pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em parceria com a Revista Lancet mostram que mais de 1 bilhão de pessoas estão vivendo com obesidade no mundo.

Os dados, divulgados nesta quinta-feira,  29, mostram que a doença mais do que dobrou entre adultos e quadruplicou entre crianças e adolescentes de 5 a 19 anos, no período entre 1990 e 2022.

Num alerta sobre os riscos de que a situação gere um aprofundamento de doenças, a OMS dedesta que, apesar da fome ainda ser uma realidade para mais de 700 milhões de pessoas, a obesidade é mais frequente na maioria dos países.

Isso inclui até mesmo locais onde, até recentemente, apenas tinham de lidar com a desnutrição.

Hoje, segundo o estudo, muitos desses países enfrentam um desafio duplo: a fome e a obesidade. 

De acordo com a OMS, a obesidade deixou de ser um problema apenas dos países ricos e se transformou num problema mundial.

Brasil

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Brasil, existem mais de 20 milhões de indivíduos obesos. Na população adulta, 12,5% dos homens e 16,9 % das mulheres apresentam obesidade e cerca de 50% têm excesso de peso (sobrepeso)

Por que a obesidade é preocupante?

A obesidade traz consequências para diferentes pontos da saúde do paciente. O acúmulo de gordura no organismo aumenta o risco de doenças, como:

Hipertensão arterial;

Aumento do colesterol e triglicérides;

Diabetes;

Apneia do sono;

Acúmulo de gordura no fígado;

Infarto do miocárdio;

Acidente vascular cerebral;

O excesso de peso pode trazer, ainda, prejuízos para as relações pessoais e profissionais, pois essas pessoas são mais propensas à depressão e ansiedade, segundo alguns estudos.

Causas

A obesidade é uma doença multifatorial, ou seja, não tem uma causa específica como a maioria das doenças. No entanto, alguns fatores podem contribuir para seu desenvolvimento.

Estudos apontam os fatores psicológicos como alguns dos grandes causadores da obesidade. Depressão, ansiedade e transtornos mentais podem ter uma influência negativa sobre o aumento de peso.

Além disso, compulsão alimentar e distúrbios decorrentes do estresse podem ter relação direta com o desenvolvimento da obesidade.

Afinal, muitas pessoas encontram um "refúgio" quando comem determinados alimentos que podem não ser tão saudáveis.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Sem foto
Sobre o município
Ver notícias
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade
% (mm) Chance de chuva
21h00 Nascer do sol
21h00 Pôr do sol
Dom ° °
Seg ° °
Ter ° °
Qua ° °
Qui ° °
Atualizado às 21h00
Economia
Dólar
R$ 5,20 +0,00%
Euro
R$ 5,55 0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,55%
Bitcoin
R$ 349,921,61 -1,45%
Ibovespa
125,124,30 pts 0.75%